ALIMENTAÇÃO: A DIFÍCIL TAREFA! [Papo de Mãe]


por Adriana Garcia
Sofia quer escolher o que comer. Porém o problema é a escolha que faz. Quer alimentos poucos saudáveis e como se não bastasse quer na hora errada. Ela não gosta de chocolates e nem de refrigerantes. Isso foi uma conquista muita grande, pois para a maioria das crianças ficar sem, seria o fim do mundo.

Converso muito com ela sobre os alimentos e os benefícios, além do motivo de várias crianças não terem alimentos disponíveis no seu dia a dia. Não proíbo, apenas controlo ou evito alimentos pouco nutritivos. Proibir é muito forte, pelo menos para Sofia, o proibir gera nela mais ansiedade e conseqüentemente mais vontade.

Por isso não tenho estoque em casa de “alimentos vazios”. Esse é um dos segredos para não bater a vontade. Mas como se trata de uma criança, além dos alimentos nutritivos, também tenho alguns que podem ser consumidos com moderação, porém na hora certa.

Creio que depende dos pais fazerem isso pelos filhos, e quando ficarem maiores poderão fazer suas próprias escolhas. E se a lição for dada agora, eles seguirão com mais naturalidade lá na frente. Pelo menos eu acredito nisso e tento cuidá-la dessa forma.

Hoje na hora do almoço, ela não queria a refeição, queria outro tipo de alimento. Preparei o prato dela mesmo assim, com o arroz, feijão e Cia. Ela deu o maior “Piti”, disse que não ia comer porque não era aquele alimento que ela queria.

Eu, na maior calma e tranqüilidade do mundo disse a ela que tudo bem se ela não quisesse almoçar, porém era essa refeição que estava preparada e outro alimento ela não ganharia, e iria dar mais uma chance para ela vir até a mesa, se não viesse, eu retiraria o prato e ela ficaria com fome.

Sofia resmungou mais um pouco e quando percebeu que não tinha opção sentou-se e almoçou. E o inacreditável: por iniciativa própria, REPETIU o prato.

Respeito os gostos de Sofia. Não posso forçá-la a comer coisas que realmente ela não gosta. Sei do que ela gosta e preciso ser firme nessa fase importante do crescimento dela. Sofia não se cansa de achar que tem razão, e assim reafirmo que também não posso me cansar de fazer o melhor por ela nessa difícil tarefa que é a hora da alimentação.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s