TESTE DA ORELHINHA [Colunista – Fonoaudióloga]



 Por Tatiane Maciel
O Teste da Orelhinha, ou Triagem Auditiva Neonatal, é realizado já no segundo ou terceiro dia de vida do bebê. No Brasil, por lei, todas as crianças devem ser submetidas a esse exame ainda na maternidade, o exame é obrigatório e gratuito. Ao contrário do nome parecido com o teste do pezinho, no Teste da Orelhinha não é preciso fazer um furinho na orelha do bebê. O Teste da Orelhinha é realizado com o bebê dormindo, em sono natural, é indolor e não machuca, não tem contra-indicações e dura em torno de 10 minutos O exame consiste na colocação de um fone acoplado a um computador na orelha do bebê que emite sons de fraca intensidade e recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz, saindo na mesma hora o resultado do exame.
Se o bebê não passar no teste, ele deve ser encaminhado para avaliação otorrinolaringológica. E se confirmada a perda auditiva, o bebê deverá ser acompanhado pela equipe de otorrinolaringologistas e fonoaudiólogos que vão iniciar o processo de reabilitação auditiva. O quanto antes a criança for reabilitada, melhor será seu desenvolvimento global e o desenvolvimento da linguagem.
O TESTE DA ORELHINHA NORMAL NÃO É SEGURANÇA DE QUE A AUDIÇÃO DA CRIANÇA SERÁ NORMAL PARA SEMPRE. Outros problemas com o passar do tempo podem levar a perda auditiva. A mãe deve estar sempre atenta ao desenvolvimento da linguagem da criança.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s