Relato/Depoimento parto da Renata Juglair – Nascimento Theo 26/04/13 [Colunista – Doula]

Hoje, no dia que minha filha completa 3 anos, quis que a Cris colocasse um relato de parto que poderia ter sido o meu… queria muito ter tido um parto normal, mas por não ter uma doula me acompanhando(opnião minha) isso não se concretizou… ou não era pra ter sido mesmo. E esse relato da Renata lembra muito o início do meu TP… as dores e eu falando não aguento mais… quero a cesária… e eu fui! Fiquem com esse relato lindo e inspirador! Parabéns Renata! Um lindo dia primeiro de agosto a todos! Beijos Patty


“Cris, já escrevi e reescrevi tantas vezes esse relato, mas não tinha a essência do teu trabalho que foi a parte mais importante do meu TP. Já cansada e com muitas dores você foi essencial para o Theo vir ao mundo de forma humanizada. 
Cheguei na maternidade já sem dormir há 1 noite, tendo comido pouco, e vomitando, por causa das contrações que haviam iniciado na noite anterior, e quando você chegou eu estava com 5 cm e a tua cara de felicidade!! Infelizmente as dores ficaram muito fortes, e o cansaço me venceu, e acabei pedindo analgesia. Por um lado tive 1 hora e meio de descanso, mas por outro atrasou a dilatação e o Dr. Fernando sugeriu ocitocina. 
Quando o efeito da analgesia passou, eu já estava na partolândia, e não lembro de muita coisa, foi realmente muito intenso, lembro que você me fazia rebolar entre uma contração e outra, e agachar e fazer força durante a contração, e que se não fosse meu marido me levantando e me abaixando eu não teria força alguma para isso… ele me levantava e me abaixava, e eu só sentia muita dor, falei que não sabia mais o que era contração e o que não era, pois sentia dor o tempo inteiro… 
Lembro que ia da banheira para a cama, da cama para o chão para agachar e rebolar, do chão para o chuveiro… Lembro do espelhinho e como eu queria que o Theo mostrasse a cabecinha…. lembro do Dr. Fernando falando que já dava para sentir a cabeça dele. Lembro muito muitode você me dando forças: Renata vc consegue!! Renata, é o Theo vindo, deixa ele vim!!
 E lembro do sentimento de nunca mais querer ter filhos… E lembro exatamente da hora que eu falei que não conseguiria mais e que queria cesárea, o que fosse… e você, linda como sempre disse que cesárea não tinha mais como, que agora era fazer força ou fazer força. 
Lembro do Dr. Fernando falando para você trocar a agua da banheira enquanto eu ficava no chuveiro rebolando na bola… Lembro que a essa altura eu só queria a banheira pronta pois não aguentava mais a dor… E lembro que enquanto eu estava no chuveiro você preparou toda a sala de parto, apagou as luzes, acendeu velas… e a lua cheia ajudando a iluminar tudo…
Lembro que já eram 4 horas da manhã pois estava na hora de tomar o antibiótico, e as enfermeiras não conseguiam colocar o cateter, achavam a veia, vinha a contração e a veia estourava… e lembro de ouvir o Dr. Fernando falando para elas deixarem que ele já ia nascer… 
Lembro de quando estava na banheira eu senti aquela vontade de fazer força, mas não dor… A dor aí já era consequência… e comecei a sentir queimação na região do períneo, aí tiver certeza que era hora de fazer força. O Caio entrou comigo na banheira e me segurava na hora de fazer força… Foi quando você disse que o Theo estava vindo, para que eu fizesse força aos poucos agora para não sair de uma vez e não ter laceração no períneo… Mas nessas hrs a gente não pensa na quantidade de força que vai fazer, faz a maior força do mundo… E a cabecinha dele saiu! Queimando tudo, mas foi um momento muito especial!!Eu não acreditava que realmente tinha conseguido… Agora era só esperar a próxima contração para sair o corpinho… demorou um pouquinho com a cabecinha dele para fora, você colocou a mão e disse que ele já estava virando… foi quando veio aquela vontade de fazer força de novo e ele saiu!
Meu Deus!! O que era aquilo!! Um neném!! Saiu de dentro de mim nadando!! Virou e abriu os olhinhos para nos ver!!Você e o Caio o pegaram, estava todo enrolado no cordão, e vocês desenrolaram, e eu não acreditava, nem percebia, ele estava no meu colo e era tudo que importava… Depois de um tempo nos ajudou a sair da banheira, e nos deitou na cama, o Theo sempre no meu colo, o dr. Fernando deu o cordão para o Caio sentir quando parasse de pulsar, o Caio cortou o cordão, e logo veio a cólica para expulsão da placenta… bom depois disso são apenas detalhes, o Theo estava em meus braços e não tenho palavras para agradecer o teu trabalho, de me fazer acreditar na minha força como mulher e em todo apoio durante todo o tempo.
 Sempre que me recordo do parto não consigo me imaginar passando por tudo isso sem você ao meu lado… Cris, o Caio e eu só temos a agradecer a força que nos deu no momento mais especial das nossas vidas. Muito obrigada por tudo! E para todas as grávidas, uma doula faz toda a diferença, dando apoio e nos fazendo acreditar em nós mesmas!”
Renata Juglair 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s