RELER & REAPRENDER

Por Adriana Garcia
Como estou de férias na faculdade, posso me dar o luxo de ler livros que não sejam necessariamente sobre os temas relacionados ao meu curso. Então quando não preciso desse foco, procuro ler sobre assuntos que possam enriquecer e contribuir para a educação da minha filha (não sei o que seria de mim sem essas ajudas extras, pois a experiência da maternidade e as intuições para o melhor fazer só vêm com o tempo!). Livros bons, precisamos reler depois de um tempo, pois neles constam matérias para muitas fases da vida da criança e geralmente quando o lemos pela primeira vez, damos maior importância aos assuntos que abordam a idade atual da criança e os demais assuntos até a criança chegar na idade adequada as vezes já esquecemos da metade do que foi lido e o livro fica lá guardado, quando na verdade poderíamos estar reaproveitando-o. Por isso no momento estou relendo. Estou relendo o livro: “Como Educar com Amor e Autoconfiança”, da escritora Susan Isaacs Kohl o qual havia comprado quando Sofia tinha dois aninhos, e hoje ela estando com sete, estava na hora de dar uma olhada novamente e ver o que poderia ser aproveitado. Não gosto muito dos livros americanos, nossas crianças vivem outra realidade, mas se você for bem crítico você poderá ler qualquer livro, de qualquer escritor que sempre aprenderá algo valioso, basta ser coerente e fazer as adaptações ao nosso estilo de vida. Assim deixo com vocês um trecho do livro que gosto muito e me faz refletir sobre as experiências positivas de formar uma criança: “A chegada de um bebê traz muita felicidade e também medo, ansiedade, expectativas e incertezas. Mudança na rotina, necessidade de uma casa maior, gastos com roupas e escola e pouco tempo para muitas atribuições. Os pais precisam de tanto ou mais suporte, estímulos e autoconfiança que os próprios filhos afinal, têm nas mãos o desafio de criar uma base sólida para educar e cuidar de futuros adultos felizes e confiantes. Embora bombardeados por inúmeros livros, revistas e matérias em jornais sobre cuidados infantis, a maioria dos pais se questiona sobre a capacidade de ser um bom exemplo (…). Não existe formula certa. Mas está comprovado que pais satisfeitos consigo mesmos interagem melhor com os filhos. Além disso, os pequenos cuidados do dia-a-dia e a expressão dos adultos são percebidos pelas crianças, que transforma o amor e  a dedicação recebidos em segurança, autocontrole, equilíbrio e sólidos valores morais”. E você papai e mamãe que gosta de ler livros, já releu algum? Qual você mais gostou? Participe, estamos aguardando suas indicações!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s