Coaching Parental? O que é isso? [Coach Parental]

por Veridiana Fernandes
Quem me acompanha, verá que houve uma mudança em meu caminho profissional. Eu não deixei de ser terapeuta familiar, mas agreguei muitos conhecimentos a isso. Quando conhecemos mais, acabamos sendo obrigados a rever a nossa prática. E foi o que aconteceu comigo.
Eu vinha há vários anos – desde 2004 – estudando (e praticando, afinal de contas, sou mãe também) a relação entre mães, pais e filhos. Especializei-me no assunto, e permaneço focada nesta área. Meu principal objetivo sempre foi compreender o papel do pai e da mãe na vida de seus filhos e buscar recursos para tornar esta função mais leve, prazerosa e, principalmente, mais cheia de alegrias e não de culpas. Meu foco sempre foi buscar soluções “ganha-ganha” (quando pais e filhos são privilegiados igualmente na relação) para os desafios cotidianos da maternidade/paternidade.
Quanto mais eu buscava, mais compreendia que, de fato, não existia no mercado brasileiro um trabalho prático, pontual, específico e eficaz para lidar com questões cotidianas da vida em família: rotinas, momentos de transição (entrada para a escola, nascimento de um irmão, mudanças de ambiente), comportamentos, gestão emocional, disciplina, limites, etc. A única referência que chegava para nós era a “Supernanny”. Esta referência não me satisfazia minimamente porque, a meu ver, não era uma abordagem “ganha-ganha”. Foi pautada na minha vivência e naquilo que eu acreditava, que comecei a buscar soluções para esta ausência. Meu pensamento era: se eu sinto falta disso, outros pais e mães também devem sentir!
Foi pesquisando que me deparei com o Coaching Parental. Muito difundido na Inglaterra e nos Estados Unidos, ele tem como principal característica a ausência de julgamentos e o respeito aos valores, crenças e metas das famílias com as quais atua.
Ele evita as “fórmulas prontas” – outra diferença em relação a “Supernanny” – que muitas vezes não funcionam ou funcionam por um tempo e depois deixam de funcionar.
Na minha prática, sempre parti do princípio que não existem regras ou fórmulas para sermos mães e pais melhores e o Coaching Parental confirma este princípio. Se somos seres individuais, que experimentamos o mundo de formas completamente diferentes uns dos outros, como podemos ter fórmulas rígidas para determinar nossa relação com nossos filhos?
Hoje somos bombardeados por livros, métodos, “posts”, opiniões e idéias sobre como sermos mães e pais melhores. Mas nenhum deles nos ensina a parar, olhar para dentro de nós mesmos, olhar para os nossos filhos e escutar o que esta observação tem a nos dizer. O Coaching Parental vem ao mundo exatamente para isso: para garantir que Pais e Mães, como eu e você, encontrem em si mesmos os recursos necessários para promover e fortalecer uma relação mais positiva e satisfatória com seus filhos através uma metodologia exclusiva (criada por mim), que a/o auxilia a refletir sobre suas experiências, seus conhecimentos e promove mudanças concretas na realidade da sua família, de acordo com aquilo que você acredita e deseja.
Então, a partir de hoje, vocês terão uma “Coach Parental” escrevendo nesta coluna. Minha prática foi reinventada, mas meu coração e minhas idéias continuam as mesmas! 😉



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s