Visitando a família e conhecendo o bebê! [Colunista – Doula]

A chegada do bebê é um momento de celebração. Todos querem visitar, conhecer e comemorar.
Ninar, abraçar, beijar, demonstrações deste tipo são puramente sinônimos de carinho e apreço só não podemos esquecer o quão pequeno é este novo ser. Recém nascidos levam em média 40 dias para entender que saíram do ventre e que sua mãe e ele são indivíduos distintos.
Precisamos ponderar também que bebês têm imaturidade do sistema imune. Estudos revelam que, o recém-nascido é extremamente vulnerável a um grande número de micro-organismos, sua imunidade evolui juntamente ao seu crescimento e isso é natural e fisiológico.
Pensando nestes pontos importantes, listo abaixo algumas considerações em relação à visita:
  • ·         Espere os primeiros 15 dias. Este começo é fundamental para que mãe e bebê se reconheçam, fortaleçam o vínculo, se adaptem a nova fase. É um momento da mãe, do bebê e da família, haverá muito tempo para visitas.
  •  ·         Lave suas mãos. Carregamos em nossas mãos, habitualmente, milhares de microorganismos, os que já residem em nossas mãos e os que resgatamos por onde passamos. Portanto lavar as mãos é a primeira coisa que devemos fazer ao chegar na casa de um recém nascido.
  •  ·         Fale baixo. Bebês dormem a maior parte do tempo e não queremos atrapalhá-lo.
  •  ·         Cuidado com os cheiros. Perfumes fortes, cheiro de cigarro, devem ser evitados. Vamos lembrar o quão sensível é este novo ser.
  •  ·         Evite o colo. Sei que é difícil, carregar um bebezinho nos braços é delicioso. Mas a criança é extremamente sensível ao toque, ao contato e se sentirá instintivamente, mais segura nos braços de sua mãe.
  •  ·         Faça visitas curtas. O bebê nasceu e nasceu também uma mãe, além de se adaptarem eles precisam dormir e descansar, então seja breve nas visitas.
  •  ·         Não beije e não toque suas mãos. Bebês levam as mãozinhas à boca o tempo todo.
  •  ·         Aproveite a visita para ajudar a mãe. A mamãe que também acabou de nascer, na maioria das vezes, se dedica tanto ao bebê que lhe falta tempo para tarefas simples ou para si mesma. Lave sua louça, estenda uma roupa, se ofereça para olhar o bebê enquanto ela toma um banho ou vai ao banheiro.
  •  ·         Evite fotos. A vontade de mostrar ao mundo um ser tão querido e especial é grande. Mas nem sempre esta exposição é a vontade dos pais. Portanto, se quiser tirar fotos peça os pais e principalmente se for divulgá-las em redes sociais peça e avise aos pais antes.
  •  ·         Apóie e escute a mãe. Os primeiros dias após o nascimento do bebê, fase denominada puerpério, é uma fase linda, porém cheia de dúvidas, medos e inseguranças, há um turbilhão de sentimentos. Esteja disponível para ouvir essa mãe, lhe dê apoio. Apoio gratuito, sem julgamentos, palpites ou cobranças. Ouça, conforte e dê conselhos apenas se solicitado.
  •  ·         Respeite o espaço. Respeitar e saber seus limites é uma grande demonstração de amor.

Camilla Dassan
Enfermeira – Doula
Pós Graduanda em Obstetrícia
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s