Medo de dentista [Colunista – Odontopediatra]

Cecília tranquila na cadeira da Dra Daiana, acostumada, vai desde bebê.

Seu filho tem medo de ir ao dentista? A odontofobia é muito comum entre adultos e crianças. As crianças, muitas vezes sem terem vivido esta experiência, temem esta viagem ao desconhecido. Muitas vezes elas sentem os medos que os amiguinhos do colégio, o pai ou até a mãe lhes transferiram através de palavras ou expressões ao comentar as suas próprias visitas ao dentista.

Este medo é quase uma constante tanto entre adultos como entre as crianças. Mas graças ao desenvolvimento científico e tecnológico que vem ocorrendo na prática da Odontologia, este sentimento esta virando um mito.

A melhor forma de “desmistificar” o famoso “medo do dentista” é começar pelas crianças e o quanto antes! A primeira providência prática neste sentido deve ser tomada pelos pais, pois ao levar seus filhos ao dentista devem procurar um profissional que tenha se especializado para o atendimento de crianças, este profissional é o Odontopediatra, que durante a sua formação como especialista estuda a psicologia infantil, além de ter um consultório apropriado, tornando a visita a odontopediatra um momento agradável e lúdico.

O primeiro contato da criança com o ambiente odontológico deve ser o melhor possível, assim os pais não devem aguardar que a criança sinta “dor de dente” para marcar a primeira consulta com a odontopediatra, pois a prevenção da cárie além de proporcionar uma condição bucal adequada permitirá à criança experiências odontológicas extremamente positivas, pois não havendo cárie, não haverá razão para a criança vivenciar as conseqüências desagradáveis advindas dela, como a sensação de dor. Mas se esta for inevitável a odontopediatra tem condições plenas de controlá-la e proporcionar um tratamento seguro e confortável para a criança.

Uma boa medida para evitar esses dissabores é fazer uma consulta prevenção a cada quatro meses. A criança se acostuma com a odontopediatra e perde o medo, pois suas visitas são sempre tranqüilas. Se houver necessidade de um tratamento mais invasivo o laço de confiança já foi estabelecido entre a criança e a odontopediatra, o que facilitará a realização do procedimento.

Sendo assim, os pais tem acesso as informações de cuidados e prevenção desde o nascimento da criança, proporcionando a elas um sorriso bonito a vida toda!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s